A salada BOA SORTE na cultura americana (in Portuguese)

0
30

IMG_4118

A Salada de Três Feijões, ou Salada Boa Sorte como é conhecida na culinária na terra do Tio Sam, consiste do feijão-fradinho, que é o que se acredita que traz boa sorte, mais dois tipos, tradicioanalmente o preto e o feijão-rajado – este conhecido aqui como feijão pinto, que é como ele é chamado no México. Se a intenção é começar o Ano Novo com boa sorte, então esta salada é uma das prediletas no dia Primeiro de Janeiro. Bem, aqui em Nova York, onde fizemos esta salada, não somos terrivelmente supersticiosos em relação à sorte, mas é divertido e de bom gosto seguir um pouco a tradição em relação a pratos típicos durante uma festa como a de Ano Novo. De qualquer maneira, deixemos que esta deliciosa receita faça parte do banquete de seus convidados e familiares num almoço de verão, porque não há quem a resista em seu prato.

INGREDIENTES

Para os feijões:

1 xícara de feijão-fradinho, embebido de 1 a 6 horas

1 xícara de feijão pinto, embebido 1-6 horas,

1 xícara de feijão preto, embebido 1-6 horas

3 cebolas médias, cortadas ao meio

4 dentes de alho, amassado

2 folhas de louro

3 colheres (sopa) de sal (1 para cada feijão ao cozinhar)

Para o molho da salada:

1 colher (chá) cominho tostado

1/2 xícara de vinagre de vinho xerez ou vinho tinto

2 dentes de alho, amassado

sal e pimenta a gosto (cerca de 1/2 colher de chá de cada)

2 colheres (chá) de mustarda Dijon

3/4 xícaras do caldo do feijão

1/2 xícarascopo de azeite de oliva

2 pimentões vermelhos (pode-se usar um amarelo pra variar a cor da salada)

1/2 xícaras de coentro (substituto: salsa verde)

IMG_4111

COMO FAZER

Primeiro passo: os feijões

(Você pode cozinhar os feijões preto e pinto juntos. Já o fradinho é cozido separadamente porque leva menos tempo para cozinhar.)

Discarte a água do pinto. Coe a água do preto sobre uma tijela, e adicione água da torneira para que dê 8 xícaras. Combine os dois feijões, duas cebolas (4 metades), e 3 dentes de alho numa panela grande até ferver, em fogo alto. Adicione 2 colheres de sal, abaixe o fogo e deixe ferventar em fogo brando entre 45 e 80 minutos. (O resultado ideal é quando ficar mole o suficiente para comer, porém ainda intacto; tal resultado depende de vários fatores que não vamos mencionar aqui.) Então retire do fogo, descarte as cebolas, escoe 2/3 xícara numa tijela e reserve para o molho.

Numa panela menor, fervente o fradinho em 4 xícaras de água, adicione um colher (sopa) de sal, duas metades de uma cebola, 1 folha de louro, um dente de alho, por 45 minutos, ou até quando esteja macio porém intacto. Escoe o líquido, remova as cebolas, alho e louro, e ponha para esfriar.

Numa grande tijela, dissolva o cominho no caldo dos feijões, depois adicione todos os outros ingredientes, e por último adicione os feijões–que já devem estar frios. Sirva sobre folhas de alface.

Notas: 1. Um pouco extra de molho para esta salada é ideal, então não estranhe o líquido que se verá no fundo da tijela quando ela estiver pronta.

2. Experimentamos fazer esta salada com feijão cozido enlatado, e o resulatado foi surpreendente. O enlatado vem na textura ideal, apenas precisa ser enxaguado e enchugado antes de se adicioná-lo à salada. Porque neste caso não se usaria a cebola para cozinhar, usamos cebola verde picada, e deu muito certo. O bom neste caso é que encurta o tempo para esta salada, que sai quase que instantânia.

IMG_4115

RECITAS DE CULINARIA por Lucas Eller, Nova York